sexta-feira, 8 de abril de 2016

Feliz Dia do Jornalista!

Há 12 anos eu escolhi trilhar esse caminho e cá estou. Talvez não como eu imaginava, até porque segui caminhos pelos quais ao iniciar o curso jamais pensei que seguiria. Mas sigo feliz com a minha escolha! 

Quando eu dizia que estava cursando jornalismo, as pessoas logo perguntavam: "Vai trabalhar na Globo?!" Há! Não!!!

Desde meus 15 anos eu escrevo em blog, sempre meio que aquele diário virtual mesmo. Aos poucos fui ficando um pouco melhor... até que virou ganha pão. Quando vi estava redigindo sobre casamento (amo!), vagas de empregos, notícias da tv e celebridades, moda e tecnologia. Isso quando falo de blog porque também escrevi por um bom tempo sobre o meio jurídico. Durante a faculdade acompanhei de perto o meio e quando me formei fui trabalhar com isso. Talvez ironia, coincidência ou sei lá o que, mas a verdade é o texto está em mim como a internet. O texto veio bem primeiro, lá nas redações do ginásio. Aluna de notas boas, mas não as mais altas. Nunca busquei títulos, o que eu mais me orgulho é por ser quem eu sou e ter feito as escolhas que eu fiz!

Se um dia vou trabalhar na tv? Bom, nunca fez e não está nos meus planos. Isso porque eu nem levo jeito. Mas o futuro pertence à Deus. E eu só sigo os caminhos que ele trilha para mim.

"Porque o jornalismo é uma paixão insaciável que só se pode digerir e humanizar mediante a confrontação descarnada com a realidade. Quem não sofreu essa servidão que se alimenta dos imprevistos da vida, não pode imaginá-la. Quem não viveu a palpitação sobrenatural da notícia, o orgasmo do furo, a demolição moral do fracasso, não pode sequer conceber o que são. Ninguém que não tenha nascido para isso e esteja disposto a viver só para isso poderia persistir numa profissão tão incompreensível e voraz, cuja obra termina depois de cada notícia, como se fora para sempre, mas que não concede um instante de paz enquanto não torna a começar com mais ardor do que nunca no minuto seguinte". - Gabriel García Márquez

quarta-feira, 16 de março de 2016

"Os políticos incapazes de ter princípios, ou habituados a não conhecê-los, senão para os violar, são precisamente o que não tem mãos a medir no luxo de invocá-los, para os deturpar à mercê dos interesses de ocasião." Rui Barbosa

quarta-feira, 5 de agosto de 2015

8/8

O amor não é uma desculpa. Você não pode justificar o ciúme com o amor. Sinto ciúme de você porque te amo demais. Eu já disse isso, mas hoje vejo diferente. Se eu amo demais, o problema é meu. Dizer que ama e quantificar o amor só serve para quem sente. Se eu tenho o maior amor do mundo, o mais puro e o que mais me faz feliz o problema é exclusivamente meu. Sabe por quê? Não importa o amor que eu sinto, não para o outro. Para o outro importa como eu demonstro, me comporto e vivo esse amor. O que adianta eu dizer que o meu amor é o mais puro de todos se eu não mostro isso? O amor não é uma palavra bonita. O maior problema do mundo, hoje, é esse. As pessoas acham que falar basta. Não, falar não basta. O amor não tem que ser dito, ele precisa ser sentido, senão ele não sobrevive.
Clarissa Corrêa

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

 
 
Não passe sua vida sendo metade do que deveria ser. Brilhe mais ...Sonhos podem sim se realizar. Nunca se subestime. Lute pelo que é correto. Guardar sentimentos dentro de nós só nos deixa doentes. O amor bate em nossas portas de maneiras e formas diferentes. Amar demais nunca é demais, amar de menos é demais. É necessário ouvir a voz do coração. Honestidade é tudo. O caráter é essencial. Abra os olhos para as coisas que realmente importam, descarte o restante. São poucos os que você pode depositar sua confiança, mas esses poucos estarão sempre com você e de uma forma ou outra devem sempre ser lembrados. Não faça da rotina um estilo de vida. Busque novos horizontes. Faça novas descobertas. Ás vezes é preciso mudar. E o mais importante: seja sempre você, e não passe sua vida sendo metade do que deveria ser.
 
Maria José Borges

quinta-feira, 27 de junho de 2013

"E que fique muito mal explicado. Não faço força para ser entendido. Quem faz sentido é soldado." - Mário Quintana

quinta-feira, 6 de junho de 2013

"Decidi ser uma mulher mais feliz, afinal, quando você é feliz com você mesma, você não põe toda a sua felicidade no outro e tudo fica mais leve." Martha Medeiros.

Simples assim!

"Precisamos aceitar, sem dor, que não temos o controle de nada. Somente das nossas ações ou sentimentos, portanto o que depende de nós pode,
sim, ser transformado. Não tem mágica: basta querer e trabalhar para que isso aconteça". Clarissa Corrêa.